segunda-feira, 17 de maio de 2010

Áfirca do Sul



Bandeira da África do Sul.


A África do Sul é um país independente, está situado no extremo sul do continente africano e é banhado pelos oceanos Atlântico e Índico. O território encontra-se no oriente, ao sul do paralelo do equador (hemisfério sul).

A nação abriga aproximadamente 50 milhões de pessoas, distribuídas em uma área de 1.221.037 km2. A população é composta por negros, que representam 70% da população; brancos descendentes de holandeses e ingleses, que respondem por 12%, euroafricanos, representam 13%; indianos, 3%; e outras etnias, 2%.

O território abriga em seu subsolo uma grande quantidade de minérios, e destaca-se na produção de carvão mineral, manganês, ferro, cobre, platina, diamante, ouro e urânio, riquezas que são fundamentais para o desenvolvimento industrial.

Outro potencial relevante de recursos é quanto à produção de energia elétrica, impulsionada pelo rio Orange. O país não é independente quanto à produção de petróleo.

A economia sul-africana está ligada à prestação de serviços, indústria, além dos setores primários, como o extrativismo mineral e a produção agropecuária. Cidade do Cabo e Johannesburgo são os principais centros urbanos, e conseqüentemente promovem a concentração das indústrias, abrigando empresas que atuam nos setores de produção de veículos, locomotivas, incluindo ainda a metalurgia e a petroquímica.

O setor industrial é bastante diversificado, entretanto, isso não evita problemas como desigualdade social, elevado índice de desemprego, marginalização, entre outros.

Outra fonte de receita de grande importância é a atividade turística desenvolvida na Savana, conhecida como safári, além do turismo urbano, especialmente na Cidade do Cabo.

Aspectos gerais da África do Sul

Nome do país: República da África do Sul.

Línguas oficiais: Inglês, zulu, xhosa, suázi, ndebele, seSotho do sul, seSotho do norte, tsonga, tswana, venda e afrikaans.

Capitais: Pretória / Tshwane (cidade administrativa)
Cidade do Cabo (Legislativa)
Bloemfontein / Mangaung (Judiciário).

IDH (Índice de Desenvolvimento Humano): 0,683 – médio.

Por Eduardo de Freitas
Graduado em Geografia
Equipe Brasil Escola

Confira nosso Canal Especial sobre a África do Sul

África do Sul - Brasil Escola

Artigos de África do Sul

Compare os dados
Outras fontes:
http://www.suapesquisa.com/paises/africa_do_sul/

DADOS PRINCIPAIS:

Área: 1.221.037 km²
Capital: Cidade do Cabo (legislativa), Bloemfontein (judiciária) e Pretória (administrativa)
População: 47,43 milhões (estimativa 2005)
Moeda: Rand
Nome Oficial
: República da África do Sul
Nacionalidade: sul africana
Data Nacional: 27 de abril (Dia da Liberdade) - primeiro dia de governo de Nelson Mandela
Governo: República Presidencialista

GEOGRAFIA:

Mapa da África do Sul
Localização: sul do Continente Africano
Cidades Principais: Cidade do Cabo, Durban, Johanesburgo, Pretória, Port Elizabeth, Bloemfontein , Polokwane , Nelspruit , Rustenburgo
Províncias: Cabo Ocidental, Cabo Oriental, Cabo Setentrional, Estado Livre, Gauteng, Kwazulu-Natal, Limpopo, Mpumalanga, Noroeste.
Densidade Demográfica: 39 hab./km2
Fuso Horário: + 5h
Clima: tropical (maior parte), mediterrâneo (sul), árido tropical (norte), de montanha (oeste).

DADOS CULTURAIS E SOCIAIS:

Composição da População: grupos étnicos autóctones 70% (zulus 20,5%, chosas 18%, pedis 9%, tsotos 7%, tsuanas 6%, tsongas 3,5%, suazis 2%, nedebeles 2%, vendas 2%), europeus 12% (holandeses, alemães, franceses, ingleses), eurafricanos 13%, indianos 3%, outros 2%.
Idioma
: africâner, inglês, sepédi, sessoto, setsuana entre outros.
Religião
: cristianismo 66,4% (reformistas católicos, metodistas, anglicanos, luteranos), hinduísmo 1,3%, islamismo 1,1%, judaísmo 0,2%, sem filiação 1,2%, outras 29,8%.
IDH: 0,658 (2006)
Coeficiente de Gini: 57.8 (alto) dados do ano 2000
Esperança de Vida: 49,3
Alfabetização: 82,5%
Índice de Mortalidade Infantil: 45 por mil nascimentos


ECONOMIA:

Produtos Agrícolas: milho, cana-de-açúcar, uva, laranja e outras frutas.
Pecuária: bovinos, aves, caprinos e ovinos.
Mineração: carvão, minério de ferro, petróleo, ouro e diamante.
Indústria
: química, petroquímica, carvão, alimentícia, equipamentos de transporte, siderúrgica, máquinas, equipamentos agrícolas e metalúrgica.
Renda per capita: US$ 3.400 (estimativa ano 2000).


Hino da África do Sul

O Hino da África do Sul, desde o ano de 1997, é uma mistura de diversos hinos como, por exemplo, o hino do apartheid, o hino popular do Congresso Nacional Africano e de outros hinos regionais. Sua letra apresenta trechos em cinco línguas oficiais do país (zulu, xhosa, sesotho, africaner e inglês)

Nas cinco línguas oficiais da África do Sul


Nkosi sikelel' iAfrika
Maluphakanyisw' uphondo lwayo,
AYizwa imithandazo yethu,
Nkosi sikelela, thina lusapho lwayo.

Morena boloka setjhaba sa heso,
O fedise dintwa le matshwenyeho,
O se boloke, O se boloke setjhaba sa heso,
Setjhaba sa South Afrika - South Afrika.

Uit die blou van onse hemel,
Uit die diepte van ons see,
Oor ons ewige gebergtes,
Waar die kranse antwoord gee,

Sounds the call to come together,
And united we shall stand,
Let us live and strive for freedom,
In South Africa our land.


Tradução para o português


Deus abençoe a África
Que suas glórias sejam exaltadas
Ouça nossas preçes
Deus nos abençoe, porque somos seus filhos

Deus, cuide de nossa nação
Acabe com nossos conflitos
Nos proteja, e proteja nossa nação
À África do Sul, nação África do Sul

Dos nossos céus azuis
Das profundezas dos nossos mares
Sobre as grandes montanhas
Onde os sons se ecoem

Soa o chamado para nos unirmos
e juntos nos fortalecermos
Vamos viver e lutar pela liberdade
Na África da Sul a nossa terra.

Comidas Típicas
fonte:http://www.mundoeducacao.com.br/africa-sul-2/comidas-tipicas-africa-sul.htm

A cultura da África do Sul recebeu influências dos colonizadores, pois fazia parte da rota marítima que ligava o oriente e o ocidente. Além dessas, as tribos indígenas africanas também deixaram sua participação, principalmente, na comida da região.

Desde a época da Idade Média, os sul-africanos tiveram contato com o cardápio dos países árabes, quando escravos aprenderam a prepará-los e, ao retornar ao país, divulgaram para outras pessoas, tornando-os comuns.

Nas comidas sul-africanas também são preservados costumes da cultura inglesa, que foram aprendidos por escravos que trabalharam para essas famílias.

Como tudo no país, as riquezas europeias e da época da colonização podem ser encontradas até hoje, em razão da preservação desses costumes. E a alimentação é uma delas.

Os pratos da culinária sul-africana são exóticos, comem-se grilos fritos, por exemplo.

Muito presentes, as carnes vermelhas são utilizadas, pois os pratos apresentam fortes sabores.

O cozinheiro-chefe que preparava as comidas de Nelson Mandela, afirma que o prato preferido do ex-presidente do país é o bobotie, um cozido de carne moída, pão, leite, cebola, castanhas, passas, damascos, curry, etc.

Existem algumas curiosidades no preparo dos alimentos, normalmente as mulheres ficam por conta do preparo de doces, as carnes são exclusivamente preparadas pelos homens. Alguns eventos comprovam que essas práticas são bem determinadas, como o acontecimento social de nome Braai, onde são feitas carnes grelhadas.

A variedade dos alimentos é muito grande, arroz colorido, espetos, linguiças de fazendas, carnes exóticas e de cortes especiais, além das quitandas, como tortas, pães, doces, etc.

Koeksisters é o nome de um doce popularmente conhecido e encontrado no país, de origem indígena. As principais tribos que influenciaram a cultura alimentar da África do Sul são: Khoisan, Xhosa e Sotho.



Temperos exóticos com muitos pratos feitos à base de curry
fonte:http://www.portaldointercambio.com.br/destinos/intercambio_africa_do_sul
/cultura_e_lazer_africa_do_sul/comidas-tipicas

Em todo o país a comida é muito saborosa, caracterizada pelos temperos exóticos, com muitos pratos feitos à base de curry. Os frutos do mar costumam ser usados, assim como as carnes de caça. Frutas e legumes também fazem parte da alimentação.

Nas grandes cidades há praticamente todo o tipo de comida disponível (inclusive as globalizadas cadeias de fast food), geralmente a preços muito vantajosos.

Vinhos:

De excelente qualidade, os vinhos sul-africanos já são reconhecidos internacionalmente. Entre os mais procurados está o Pinotage, produzido por diversas vinícolas. Nas regiões produtoras, há várias vinícolas que organizam degustações para os viajantes.

Outra bebida típica é a Amarula, um licor feito da Marula, que é uma fruta sul-africana bastante popular entre os estrangeiros.

Para conhecer ainda mais sobre as delícias do país, visite:

http://www.southafrica.net/index.cfm?SitePageID=354

Origem do Curry (http://www.copacabanarunners.net/curry.html)

O
Curry-tem origem indiana e é uma especiaria composta por variados ingredientes.

Basicamente, contém: gengibre, pimenta dedo-de-moça, pimenta vermelha, canela em rama, cominho, pimenta-do-reino, cardamomo, cravo, erva-doce, cúrcuma e coentro em grãos. Todos esses temperos, juntamente com outros, são torrados, moídos e usados em dosagens diferentes para preparar o curry.

É uma especiaria ideal para dar sabor as carnes, peixes, aves, molhos, sopas de peixes, moluscos, assados em geral e cozidos.

Devido à variedade de temperos presentes na composição do curry, o mesmo torna-se uma especiaria com significativas propriedades funcionais.

Dentre as propriedades funcionais das variadas especiarias presentes no Curry, destacam-se:

Gengibre: antioxidante, ajuda a tratar enjôos, combater infecções, prevenir doenças cardiovasculares, é auxiliar no emagrecimento por ativar a termogênese (transforma parte das calorias presentes nos alimentos em calor);

Pimentas: antioxidante, purifica o sangue, auxilia na prevenção das doenças do coração, no tratamento da obesidade (ativa a termogênese), nas dores reumáticas (compressas locais);

Canela: digestiva e antioxidante, ajuda a controlar a pressão sanguínea e a aliviar sintomas da menopausa.

Cominho: diurético, auxilia no tratamento de flatulência (gases);

Cardamomo: antioxidante, estimulante e digestivo;

Cravo-da-índia: ajuda a aliviar sintomas da menopausa, a proteger contra aterosclerose e diminuir os níveis de colesterol;

Erva doce: combate tontura, náuseas, flatulência, infecções intestinais e estomacais;
Coentro: antioxidante, digestivo, auxiliar no tratamento da ansiedade, moderador de apetite;


Apas Recheadas

Autor: Felicia Sampaio
Lido: 18502
Ingredientes: * 1 ovo * +- 200 ml de água * 100 grs de sêmola de arroz * 100 grs de açúcar Para o rech...

Caranguejo Grelhado

Autor: Família Fortes
Lido: 11134
Ingredientes: Caranguejos limpos Leite de coco Alho Sal Limão Preparação: Limpe bem os caranguejos e retire a carcaça. ...

Chiguinha de Cacana

Autor: Família Fortes
Lido: 10438
Ingredientes: 500gr de mandioca, descascada e cortada em cubinhos 500gr de folhas de cacana (3 ou 4 montinhos) 2 xíc. de amendo...

Custarda

Autor: Família Fortes
Lido: 10293
Ingredientes: 1/2 litro de leite 2 e 1/2 col de sopa de custarda 3 col de sopa de açúcar canela Preparação: Ponha o leit...

Galinha à Manduca

Autor: Família Fortes
Lido: 12228
Ingredientes: 1 galinha com miúdos 1 cebola 1 xícara de arroz Sangue de galinha ½ xícara de vinagre 1 colher de chá de sal ...

Galinha de angola ao molho de maracujá

Autor: Desconhecido
Lido: 14545
Ingredientes: 450 gramas de galinha-d'angola 1 colher de sopa de pasta de alho 3 colheres de sopa de óleo 1 xícara de cebol...

Macarrão à moda gigantesca

Autor: Família Fortes
Lido: 9009
Ingredientes: Macarrão cochilione Tomate picado Cebola picado Pimentão picado Lula já limpa, cortada em anéis e pequenos peda...

Maguinha

Autor: Família Fortes
Lido: 8182
Ingredientes: 1 kg de mandioca seca ( 5 xíc) 1/2 litro de água Preparação: Pile a mandioca seca até virar uma farinha. Coloq...
fonte:http://www.cozinhabrasileira.com/comidas_africanas/

Archive for the ‘culinária africana’ Category

Calulu de peixe

June 25th, 2008

Ingredientes:

1 kg de garoupa seco
1 kg de garoupa fresco
2 kg de espinafres
1 cebola grande
250 gr de quiabos
250 gr de beringela
1 alho
2 tomates
azeite o quanto baste
200ml leite de côco
óleo de palma o quanto baste

Modo de fazer: Refogue a cebola, o alho e o azeite. Acrescente os legumes e o óleo de palma dissolvido em leite de côco. Adicione então o peixe, os quiabos e a beringela. Cozinhe em fogo brando.

Sirva como acompanhamento pirão com farinha de mandioca, batata-doce, banana frita e salada de tomate. Você pode também acrescentar um molho de pimenta para acrescentar no prato.

culinária africana, receitas culinárias ,

Tarco

May 12th, 2008

Gastronomia Angolana

Ingredientes:
100 ml de óleo de palma
2 tomates
1 ramalhete de nabos pequenos (rabanete)
150 ml de água
250 grs de amendoim sem casca
1 cebola
sal

Modo de Fazer: Leve ao fogo uma panela com a cebola picada e refogue com o óleo de palma. Adicione o tomate sem peles, picado e refogue. Lave bem os rabanetes e cozinhe em outra panela com água e sal. Depois de cozido escorra. Triture o amendoim no processador, adicione um pouco de água até virar uma pasta. Misture os rabanetes cozidos com o amendoim e a água ao refogado. Tempere com um pouco de sal.

culinária africana, receitas culinárias ,

Bolo de Figos

May 5th, 2008

Gastronomia Moçambicana:

Ingredientes:

250gr. figos
200gr margarina
300gr açucar
400gr farinha trigo
4 ovos
2 colheres (chá) canela
1 cálice cachaça
1 xícara leite
1 colher (sopa) fermento

Modo de fazer: Corte os figos e passe-os num processador. Coloque a margarina, o açucar e misture até ficar cremoso. Adicione o figo, a canela, o leite, a raspa de limões e a cachaça, amassar muito bem. Adicione os ovos e misture. Coloque a farinha e o fermento misturando tudo muito bem. Untar com margarina a forma, coloque a massa e leve ao forno médio por cerca de 50 minutos.

culinária africana, receitas culinárias ,

Queijada de côco

May 2nd, 2008

Gastronomia Caboverdiana

Ingredientes:
500 gr de açúcar
250 gr de côco ralado
9 ovos

Modo de fazer: Misture o açucar e os ovos até virar uma mistura homogênea. Acrescente o côco ralado, coloque em forminhas untadas com manteiga. Coloque no forno para assar. Deixe esfriar e retire da forma.

culinária africana, receitas culinárias ,

Quiabos com camarão

April 29th, 2008

Gastronomia Angolana

Ingredientes:
400 g de camarão
10 quiabos
3 dentes de alho
2 cebolas
óleo de palma
3 tomates
sal

Modo de fazer: Refogue o tomate, a cebola, o alho. Corte os quiabos em finas rodelas, descasque os camarões, junte ao refogado e cozinhe em fogo brando.

culinária africana, receitas culinárias ,

Muamba de Peixe

April 27th, 2008

Gastronomia Angolana

Ingredientes:
1,5 kg de garoupa em postas
óleo de palma
3 cebolas médias
3 dentes de alho
250 gr de quiabos cortados ao meio
2 beringelas sem casca cortadas em tiras
250 gr de abóbora cortada em quadrados
1 pepino sem semente cortado em tiras
Sal e pimenta-malagueta

Modo de fazer: Dourar no óleo de palma a cebola e o alho, adicione em seguida os quiabos, as beringelas, o pepino e a abóbora. Acrescente o peixe, o sal e a pimenta. Coloque um pouco mais de água e deixe cozinhar.

culinária africana, receitas culinárias ,

Méchoui de cordeiro

April 24th, 2008

Gastronomia Marroquina

Ingredientes:
4,5 kg de cordeiro
450 gr de margarina
3 dentes de alho
2 colheres de café de sal grosso
2 colheres de café de cominho em pó
1 colher de café de pimenta doce
1/2 colher de café de pimenta picante
250 gr de ameixas
Um punhado de amêndoas
Para colorir e temperar o prato: agrião, coentro, hortelã e sementes de sésamo

Modo de fazer:
Retire o execesso de gordura do cordeiro e custere-o com fio de cozinha. Faça pequenos cortes ao longo da carne, ficando com um aspecto de fatias grossas. Misture a margarina amolecida, os alhos bem picados, o sal, cominho e a pimenta.

Unte bem a carne no interior das incisões. Deixe em repouso durante cerca de 2 horas. Coloque a carne numa travessa com o lado da gordura virado para cima, leve ao forno pré-aquecido durante cerca de 20 minutos. Depois desse tempo, reduza para o fogo alto para 180ºC e vá regando com a gordura de 15 em 15 minutos, até a carne se separar facilmente do osso (aproximadamente 3 horas).

Sirva numa travessa guarnecido com as ameixas, amêndoas, coentros e raminhos de hortelã e agriões, polvilhado com sementes de sésamo.

culinária africana, receitas culinárias ,

Portal de Arte e Cultura | Criatividade e Marketing Rede Géh Editores Web | Blog Corporativo e Mídias Sociais | SEO - Otimização de sites

Fonte: http://culinaria.gehspace.com/category/culinaria-africana/page/2/






INFORMAÇÃO SOBRE A COPA DE 2010 DA ÁFRICA DO SUL


Visitantes Estrageiros na África do Sul
Requisitos para entrada de visitantes estrangeiros na África do Sul

Quando acontecerá a próxima Copa do Mundo de Futebol?
Será no período de 11/06/2010 a 11/07/2010, na África do Sul.

A África do Sul já recebeu eventos deste porte?
A África do Sul costuma receber eventos esportivos internacionais e desde 1994 tem organizado alguns dos maiores – entre eles a Taça Mundial de Rugby em 1995, a Taça Mundial de Críquete em 2003, a Taça Mundial de Golfe de Senhoras (2005-08) e a corrida A1GP™ World Cup of Motorsport (Taça das Nações), 2006.
Mas a Copa do Mundo de Futebol da FIFA, o maior evento futebolístico mundial – em termos de audiência televisiva, maior do que os Jogos Olímpicos – é por si só um marco.

Durante quatro semanas, com início a 9 de Junho de 2010, a África do Sul será o centro do mundo. A Copa do Mundo 2006 na Alemanha foi o evento televisivo jamais visto. A Copa da África do Sul 2010 vai ter ainda mais audiência. Os olhares de bilhões de espectadores, milhões de visitantes internacionais e a nata dos meios desportivos estarão todos focalizados na África do Sul.

Quem são os Bafana Bafana?

A equipe de futebol Sul Africana é conhecida por Bafana Bafana – que significa “os rapazes, os rapazes” em isiZulu. Este nome vem do grito dos fãs quando da vitória da equipe na Taça das Nações Africanas em 1996 (que também se realizou na África do Sul). Desde o fim do apartheid e do isolamento desportivo da África do Sul, os Bafana Bafana qualificaram-se duas vezes, uma em 1998 e outra em 2002 – para a Copa do Mundo da FIFA.


Será que a África do Sul vai lucrar com a Copa do Mundo?
Calculou-se que a Copa do Mundo da FIFA 2010 criará por volta de 129.000 empregos, contribuirá com aproximadamente 21 bilhões de rands para o produto interno bruto (PIB) e gerará outros 7,2 bilhões em impostos, com cerca de 350.000 visitantes que se espera gastem uns 9,8 bilhões de rands enquanto estiverem no país assistindo a Copa.

Além disso, o país terá a oportunidade de mostrar a sua estrutura e beleza, quebrando muitos pré conceitos a respeito do país. Isso seguramente contribuirá para o aumento do turismo.

Qual a estrutura de estádios?
Os jogos da Copa do Mundo da FIFA 2010 vão realizar-se em 10 estádios: dois em Johannesburg e um em cada uma das oito cidades anfitriãs. Juntos, os 10 estádios irão receber 64 jogos e ter mais de 570.000 espectadores ao longo do campeonato.

Cinco desses dez estádios já existem e estão sendo reformados, como a Soccer City, onde será a abertura e a final da Copa. O restante cinco estádios estão sendo construídos do zero.

Quais as cidades onde acontecerão os jogos?
Nove cidade serão sedes da Copa do Mundo FIFA 2010. São elas:

Conheça melhor a África do Sul


Johannesburg

Estádio Soccer City Estádio Ellis Park
Capacidade: 95.000 pessoas Capacidade: 70.000 pessoas


Centro econômico de África, Johannesburg é uma cidade de contrastes, espalhada na pequena, mas densamente povoada província de Gauteng.
• O aeroporto mais próximo: OR Tambo International ou ORTIA

Cidade do Cabo

Estádio Green Point

Capacidade: 70.000 pessoas

A cidade mais antiga, mas também a mais bonita da África do Sul, fica na parte sul da província do Cabo Ocidental. Edifícios lindíssimos, os vinhedos nas proximidades, longas praias de areia branca e uma vida cultural rica fazem da Cidade do Cabo um dos destinos favoritos dos turistas.
• O aeroporto mais próximo: Cape Town International ou CTIA


Durban

Estádio Moses Mabhida

Capacidade: 70.000 pessoas

Um local subtropical aprazível e a maior cidade em KwaZulu-Natal, Durban é um destino turístico importante e o maior porto de toda a África do Sul.
• O aeroporto mais próximo: Durban International ou DIA


Pretória

Estádio Loftus Versfeld

Capacidade: 50.000 pessoas

Pretória é a capital administrativa da África do Sul, a norte de Johannesburg, província de Gauteng. Com mais de 150 anos, é um local de grandes monumentos, bela arquitetura e encantadores espaços ao ar livre.
• O aeroporto mais próximo: OR Tambo International ou ORTIA


Port Elizabeth

Estádio Nelson Mandela Bay

Capacidade: 50.000 pessoas

Conhecida como Friendly City (Cidade Amigável), Port Elizabeth fica na Baía de Nelson Mandela, na Wild Coast ou Costa Selvagem batida pelos ventos, província do Cabo Oriental.
• O aeroporto mais próximo: Port Elizabeth Airport ou PEA


Bloemfontein

Estádio de Free State

Capacidade: 45.000 pessoas

A antiga capital da república Bóer e agora capital do Free State (Estado Livre), Bloemfontein – o nome significa “flor de montanha” – é uma cidade bonita com milhares de roseiras e alguns monumentos comemorativos comoventes.
• O aeroporto mais próximo: Bloemfontein Airport


Rustenburg

Estádio Royal Bafokeng

Capacidade: 42.000 pessoas

As suas ruas tranquilas cheias de jacarandás escondem o fato de Rustenberg, na província Noroeste, ser uma das regiões com mais minas do mundo no subsolo, com riqueza incalculável em platina.
• O aeroporto mais próximo: Aeroporto Internacional OR Tambo ou ORTIA

Nelspruit

Estádio Mbombela

Capacidade: 46.000 pessoas

A capital da província de Mpumalanga fica no vale fértil do Rio Crocodilo, a cerca de 330 km a leste de Johannesburg.
• O aeroporto mais próximo: Aeroporto Internacional de Kruger Mpumalanga

Polokwane

Estádio Peter Mokaba
estdioPeter_Mokaba1.jpg image by atrasdamoita
Capacidade: 46.000 pessoas

Capital da província do Limpopo tem uma localização ideal no limiar da rica vida selvagem do mundialmente famoso Parque Nacional Kruger.
• O aeroporto mais próximo: Polokwane International Airport

Quantos ingressos estarão disponíveis?
Estarão disponíveis aproximadamente 3 milhões de ingressos para os 64 jogos da Copa do Mundo da FIFA 2010.
Qual a diferença horária do Brasil para a África do Sul?
5 horas a mais.

E o tempo, como estará?

As estações do ano são exatamente as mesmas do Brasil.

Quais são os meios de transporte disponíveis para que eu possa me deslocar de uma cidade a outra durante o evento?
Todas as cidades anfitriãs estão ligadas via aérea e através de estradas de ferro. A rede rodoviária do país é excelente, e alugar um carro é outra opção.

Quando se trata de andar dentro das cidades propriamente ditas, os transportes sul africanos não estão ao nível dos de Nova Iorque ou Londres, mas são uma alternativa a ser considerada. A forma mais popular de transporte público é o táxi. Até 2010 será feito um plano massivo de recapitalização de táxis, já em andamento, e a maioria dos veículos mais antigos terão sido substituídos por minibuses maiores e mais seguros. A maioria das cidades anfitriãs têm Metro e ônibus.

Onde posso ficar?
“O setor hoteleiro na África do Sul é de primeira classe”, afirmou a equipe de inspeção da FIFA no seu relatório. “Existem camas suficientes para alojar todos os que quiserem participar na Copa do Mundo FIFA 2010, incluindo imprensa e fãs de todo o mundo.” Outras alternativas são os chamados "bed & breakfast" (cama e pequeno-almoço) em todas as cidades anfitriãs e arredores existem mais de 150 albergues para os chamados turistas de mochila.

E se adoecer?
“Globalmente falando, o sistema de saúde tem excelentes instalações e é talvez um dos melhores sistemas de saúde privados no mundo, com moderna tecnologia. Existem ainda centros de saúde completamente equipados e com boa assistência de primeiros socorros para prestarem assistência a todos os que precisarem nos referidos estádios.”

E como é o povo sul africano?
A África do Sul é um país com mais de 47 milhões de habitantes, das mais diversas origens, culturas, línguas e crenças. Quem visita a África do Sul sempre faz referência a hospitalidade calorosa, amiga e simpática das pessoas. “ Tivemos um passado difícil, é certo, e por isso não desperdiçamos tempo em tornarmo-nos problemáticos! E somos peritos em nos divertirmos “.

Como é a cerveja?
Fria e deliciosa. Os Sul Africanos bebem por hábito cerveja engarrafada, embora muitos pubs ofereçam uma variedade de cerveja de pressão. O maior produtor é a South African Breweries, atualmente uma enorme multinacional com negócios espalhados por todo o mundo. A Lager é provavelmente a mais apreciada, seguida da Pilsener. Dentro e fora dos estádios, só poderão beber Budweiser – um dos patrocinadores oficiais da FIFA.

E a comida?
Saborosa, exótica e muito variada. O povo Sul Africano tem diversas origens, culturas, línguas e crenças e a sua comida é um reflexo dessa riquíssima miscelânea.

Para os mais audazes, oferecemos desafios culinários, como bifes de crocodilo, lagartas fritas ou cabeças de carneiro – uma delícia! Para os menos corajosos, existem iguarias indígenas deliciosas, como o biltong (carne salgada frita), a bobotie (uma versão muito elaborada da tradicional tarte de carne de carneiro picada) e os boerewors (salsichas caseiras picantes grelhadas num fogareiro).

No espaço de uma mesma rua de uma cidade ou de um centro comercial poderá encontrar restaurantes italianos, duas ou três variedades de cozinha chinesa e japonesa, marroquina, francesa, portuguesa e indiana. Não muito longe andarão os restaurantes congoleses, gregos, até mesmo brasileiros e coreanos – e em qualquer sítio, fusão, exibindo as fantasias culinárias dos chefes mais criativos.

O que é uma vuvuzela?!

Alguns dirão que é o instrumento musical nacional da África do Sul. É uma corneta grande em plástico, de cores vivas, que todos os fãs sopram a plenos pulmões em todos os jogos de futebol por todo o país. O som que ela faz é algo entre o sopro de um elefante com gripe e o zumbido de um enxame de abelhas gigante, mas que fazer? Os Sul Africanos adoram-na.



Site da  Fifa

(em português)

(em português)

(em português)

fonte: http://www.africadosul.org.br/?pg=copa2010



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu Recadinho


Glitter Text @ Glitterfy.com

UOL Notícias





Declaração Universal dos Direitos Humanos