segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Níveis de Escrita Infantil:




 

Detectando Níveis de Escrita IN: http://www.partes.com.br/2012/10/27/587/

outubro 27, 2012
By partes15


Por: Raylene Rêgo. Pedagoga. Especialista em Interdisciplinaridade. Educadora Social. Pós Graduada em Pedagogia Social. Pós – Graduanda em Psicopedagogia.
 
 




Todo ser humano passa por mudanças nos mais diferentes aspectos: afetivo, motor, cognitivo intelectual…


…No processo de aprendizagem formal esses aspectos são estimulados despertados e trabalhados de maneira sistematizada e intencional, sendo que, um dos maiores incentivos, é em prol das habilidades da leitura e escrita, que por sua vez dependem diretamente de tantos outros fatores e aspectos do desenvolvimento.


O processo de leitura, escrita, interpretação e a habilidade de compreensão são fator primordial na educação formal, pois dele depende o desenvolvimento de todas as demais áreas e matrizes curriculares.


Contudo, o problema mais evidente no processo educacional, é justamente "a deficiência na leitura e na escrita".


Nós educadores temos uma tarefa árdua diante desse processo. Precisamos compreender as etapas que compõem o desenvolvimento da leitura e da escrita, além de pesquisarmos fundamentações que enriqueçam a ação pedagógica. É imprescindível nesse contexto, aplicar a “psicogênese da língua escrita” e identificar o nível em que a criança se encontra. Para tanto, podemos recorrer aos estudos de Emilia Beatriz María Ferreiro Schavi

psicóloga e pedagoga argentina, radicada no México, doutora pela Universidade de Genebra, pesquisadora-assistente de Jean Piaget e autora da “psicogênese da língua escrita”.



Como educadores devemos levar em consideração os fatores que interferem positva e negativamente o desempenho e desenvolvimento da criança, considerando o seu nível de maturação e de prontidão enquanto ser que aprende, para então procurar assessorar, mediar, estimular o processo de construção de maneira que o "erro" não seja supervalorizado, mas sim, indício de que estão ocorrendo tentativas, que está se caminhando para o acerto.


Um dos maiores danos que se pode fazer a uma criança é levá-la a perder a confiança em sua própria capacidade de pensar.” (Nova Escola nº 28).

 

De maneira simples, evidencio os


Níveis de Escrita Infantil:



Pré-silábico:


identificado pelos rabiscos ou garatujas.

 


Nesse nível, as letras não têm significado para a criança.



Ao ser solicitado para escrever palavra mala por exemplo, a criança irá representá-la através do desenho de uma mala, ou qualquer rabisco ou garatuja, a depender do se nível de maturidade e prontidão.

 


Sugestão de atividades


Alfabeto móvel


Conto e Reconto oral e representativo (escrito: desenho ou rabiscos- garatujas)


Produção de Textos


Desenhos e escrita livres


Identificação do próprio Nome


Músicas


Leituras diversas em sala de aula






Silábico:

noção de letras

 


  • sem valor sonoro:
  • aqui a criança identifica uma letra como sendo uma sílaba, sem o critério do som, apenas uma letra qualquer.



Exemplo:

CABELO = MTV


 
  • Silábico com valor sonoro:
  • aqui a criança identifica uma letra como sendo uma sílaba, porém, utiliza letras que pertencem a palavra.


 

 

Exemplo:

CABELO = AEO ou CBL – -CEO – ABL


 


Sugestão de atividades


Alfabeto móvel


Conto e Reconto oral e representativo escrito: desenho acompanhado da escrita


Produção de Textos: parlendas, trava-línguas, cantigas de roda, poemas, músicas


Desenhos e escrita livres


Identificação das letras que compõem o próprio Nome


Leituras diversas em sala de aula


Identificar letras e sílabas em textos que já conhece


Cruzadinha e caça palavras com banco de palavras


Textos lacunados


Dicionário ilustrado


Ditado e listagem com auxílio de gravuras

 


Silábico alfabético
:

início da noção silábica.
 

Exemplo:



Na escrita da palavra CABELO a criança escreve: CABEO ou CBLO

Sugestão de atividades
 

Alfabeto móvel


Conto e Reconto oral e representativo escrito: desenho acompanhado da escrita


Produção de Textos: parlenda, trava-línguas, cantigas de roda, poemas, músicas de acordo com a maturação e prontidão da criança


Desenhos e escrita livres


Identificação das letras que compõem o próprio Nome


Leituras diversas em sala de aula


Identificar letras e sílabas em textos que já conhece


Cruzadinha e caça palavras com banco de palavras


Textos lacunados


Dicionário ilustrado


Ditado e listagem com auxílio de gravuras


Trabalhar sons das letras e palavras com a mesma fonética
 



Alfabético:





Início da escrita alfabética, mesmo que acompanhada de erros ortográficos.
 

Exemplo:




 
Na escrita da palavra Chuchu a criança escreve: XUXU



CABELO
a criança escreve: KABELO

CACHORRO


a criança escreve: CAXORRO

Sugestão de atividades




Alfabeto móvel


Conto e Reconto oral e representativo escrito: desenho acompanhado da escrita


Produção de Textos: parlenda, trava-línguas, cantigas de roda, poemas, músicas de acordo com a maturação e prontidão da criança


Desenhos e escrita livres


Identificação das letras que compõem o próprio Nome


Leituras diversas em sala de aula


Identificar letras e sílabas em textos que já conhece


Cruzadinha e caça palavras com banco de palavras


Textos lacunados


Dicionário ilustrado


Ditado e listagem com auxílio de gravuras


Trabalhar sons das letras com mesma fonética


Ordenar letras, textos, sílabas


Diferenciar e produzir letras cursivas, bastão, imprensa


Pontuação


Palavras maiúsculas e minúsculas
 

OBSERVAÇÃO: Para a identificação do nível de escrita, é necessário aplicar o processo de leitura e escrita e vice versa, com o intuito de detectar se a criança está compreendendo a sua produção, ou seja, identificar o nivel de maturação e prontidão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu Recadinho


Glitter Text @ Glitterfy.com

UOL Notícias





Declaração Universal dos Direitos Humanos