terça-feira, 28 de julho de 2015

Hepatites A, B, C, D e E


Quais são as diferenças entre os tipos de hepatite A, B e C
 
 
Os tipos de hepatite A, B e C são doenças causadas por três vírus diferentes. Embora cada tipo de hepatite possa causar sintomas similares, eles têm diferentes formas de transmissão e podem afetar o fígado de maneiras diferentes. Pessoas com hepatite A geralmente melhoram sem tratamento. Já os tipos de hepatite B e C podem começar como infecção aguda, mas em algumas pessoas o vírus permanece no corpo, resultando em doenças crônica e problemas de longo prazo no fígado. Há vacina para os tipos de hepatite A e B, mas não para a hepatite C. Se uma pessoa teve um tipo de hepatite viral no passado, ainda assim é possível contrair outros tipos.


Hepatite A

A hepatite A é uma doença aguda do fígado causada pelo vírus HAV. Esse tipo de hepatite dura de algumas semanas até alguns meses e não resulta em infecção crônica. A transmissão da hepatite A decorre da ingestão de material fecal, mesmo em quantidade microscópica, alimentos e bebidas infectadas, e do contato próximo com pessoa infectada. A vacina para hepatite A é recomendada a todas as crianças a partir de 1 ano de idade.

Hepatite B

A hepatite B é uma doença do fígado causada pelo vírus HBV. Esse tipo de hepatite varia de gravidade, indo de doença moderada, que cura em algumas semanas (aguda), até doença séria de longo prazo (crônica), que pode resultar em câncer no fígado. A transmissão da hepatite B se dá por contato com sangue, sêmen e outros fluidos corporais infectados ao ter relações sexuais com pessoa infectada, compartilhamento de agulhas e drogas injetáveis, e de mãe para bebe recém-nascido. A vacina para hepatite B é recomendada a todas as crianças, e adultos sob risco de contaminação pelo HBV.

Hepatite C

A hepatite C é uma doença no fígado causada pelo vírus HCV. Esse tipo de hepatite algumas vezes resulta em doença aguda, porém ela geralmente é crônica e pode levar a cirrose e câncer no fígado. A transmissão se dá pelo contato com sangue de pessoa infectado, geralmente ao compartilhar agulhas e drogas infectáveis. Não existe vacina para a hepatite C.

Hepatite D

A hepatite D é uma doença do fígado séria causada pelo vírus HDV e sua replicação. A forma de transmissão é a mesma da hepatite C e não há vacina.
Hepatite E

A hepatite E é uma doença do fígado séria causada pelo vírus HEV. Esse tipo de hepatite geralmente resulta em infecção aguda. A transmissão se dá através da ingestão de material fecal, mesmo em quantidades microscópicas. Os surtos de hepatite E geralmente estão associados ao fornecimento de água contaminada em lugares de condições sanitárias ruins. Não existe atualmente vacina aprovada para hepatite E.



Outra fonte
http://hepatite.org.br/hepatite/tipos-de-hepatite
Tipos de Hepatite
tamanho:
- Hepatite ATransmitida normalmente através de alimentos ou contato pessoal. Vem e dura aproximadamente 1 mês. É uma infecção leve e cura sozinha. Existe vacina.

- Hepatite BTransmitida principalmente através de relações sexuais e contato sanguíneo. Existe vacina. Age surdamente no fígado por até 20, 30 anos. Leva à cirrose, ao câncer de fígado e à morte. Há tratamento. As curas totais são raras, mas é possível conviver com a doença, tratando-a por períodos de tempo variáveis.

- Hepatite CA maior epidemia da humanidade hoje, superior à AIDS/HIV em 5 vezes. A transmissão é por contato sanguíneo, via transfusões, dentistas, seringas compartidas, etc. Não se transmite por sexo (a menos que haja sangramento mútuo) Não tem vacina. Existem subdivisões de seu vírus (o genótipo 1, 2 e 3 e os raros 4, 5 e 6). Existem, no mundo cerca de 200 milhões de pessoas que carregam o vírus da hepatite C.

A hepatite C é a principal causa de transplantes de fígado, respondendo por 40% dos casos. Pode causar cirrose, câncer de fígado e morte.

Hepatite D

A infecção causada pelo vírus da hepatite D (VHD) ocorre apenas em pacientes infectados pelo vírus da hepatite B. Em pacientes cronicamente infectados pelo vírus da hepatite B, a infecção concomitante com o VHD acelera a progressão da doença crônica.
A vacinação contra a hepatite B também protege de uma infecção com a hepatite D.

Hepatite E
É causada pelo vírus da hepatite E (VHE) e transmitida por via digestiva (transmissão fecal-oral), provocando grandes epidemias em certas regiões.
A hepatite E não se torna crônica. Porém, mulheres grávidas que foram infectadas pelo vírus da hepatite E podem apresentar formas mais graves da doença.
Felizmente, hábitos de higiene adequados e um melhor controle da qualidade da água utilizada pelas pessoas podem evitar o contato com esse vírus.

Hepatite F
Relatos recentes demonstram que não se confirmou a identificação do vírus da hepatite F (VHF), portanto este tipo de hepatite pode ser desconsiderado.

Hepatite G
O vírus da hepatite G (VHG), também conhecido como GBV-C é transmitido através do sangue, sendo comum entre usuários de drogas endovenosas e receptores de transfusões.
O vírus G também pode ser transmitido durante a gravidez e por via sexual. É frequentemente encontrado em co-infecção com outros vírus, como o da hepatite C (VHC), da hepatite B (VHB) e da Aids (HIV).

O DIAGNÓSTICO PRECOCE É A MELHOR DEFESA. PODEMOS SALVAR MILHÕES DE VIDAS SE OS TESTES FOREM FEITOS E AS PESSOAS TRATADAS A TEMPO.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu Recadinho


Glitter Text @ Glitterfy.com

UOL Notícias





Declaração Universal dos Direitos Humanos